just what I can say

"Eu vou fumar do teu cigarro
Acesso
E o amor vai me queimar
a boca
Vai me arrebentar
o freio
da língua
Vai me tirar o ar
dos jovens
pulmões.
“Cigarro Mata”
E de amor só eu
Morto.
Perigosa relação
entre dois
dedos.
Eu te peço o cigarro,
amor.
“você tem fogo ?”
Eu vou fumar do teu cigarro até
Apagado"

- Marx, não o filósofo, O romântico. (via oxigenio-dapalavra)

(Fonte: maximusmarx, via oxigenio-dapalavra)

"- Foi o frio - disse Gared com uma certeza férrea. - Vi homens congelar no inverno passado e no outro antes desse, quando eu era pequeno. Toda a gente fala da neve com doze metros de profundidade, e do modo como o vento de gelo chega do norte uivando, mas o verdadeiro inimigo é o frio. Aproxima-se em silêncio, mais furtivo do que o Will. À princípio estremecem-se e os dentes batem, e bate-se com os pés no chão e sonha-se com vinho aquecido e boas e quentes fogueiras. Ele queima, ah, como queima. Nada queima como o frio. Mas só durante algum tempo. E então, penetra no corpo e começa a enchê-lo, e passado algum tempo já não se tem força suficiente para combatê-lo. É mais fácil limitarmo-nos a nos sentar ou a adormecer. Dizem que não se sente dor alguma perto do fim. Primeiro, fica-se fraco e sonolento, e tudo começa a se desvanecer, e depois é como afundar num mar de leite morno. Como que pacífico."

- George Martin

(Fonte: sorrirporobrigacao, via sorrirporobrigacao)

lábios de mel

guilhermebacchin:

Me entende, lábios de mel, eu sou só mais um poeta que não tem a mínima ideia do que é o amor. Daqueles que falam sobre o infinito e morrem sozinhos. Eu sou só uma lua sem céu, ou como Drummond me ensinou, eu sou uma pedra no meio do meu caminho.

delirante

essa história

de querer o mundo mudar

é coisa de delirante

falou meu psicanalista

e ai Lacan

ele me citou

delírio, doutor

é querer mudar a cabeça

de quem quer

o mundo mudar

coisa de maluco

essa coisa de divã

essa coisa de teu sonho

tu querer analisar

desde quando

sonho é

pra pedir opinião?

sonho é pra sonhar

faz achar que tu é são

por perguntar

se o teu sonho

poder ser sonhado

ou se tu não pode

sonhar ele não

(Fonte: guilhermebacchin, via oxigenio-dapalavra)